Como organizar o local de estudo

As dicas sobre a melhor forma de organizar seu local de estudo podem parecer um pouco óbvias. Mas a verdade é que, se todos sabem, de maneira geral, como deveriam se organizar, na prática, dificilmente implementamos essas melhorias. Seja por falta de dinheiro, tempo ou vontade, vamos adiando essa tarefa fundamental. Espero com esse post te motivar a fazer as adaptações necessárias, porque, por experiência própria, posso dizer que faz muita diferença um ambiente organizado, limpo e bem iluminado para a fixação da matéria e a própria motivação em sentar e estudar.  

Design sem nome

Local do estudo

Aqui as recomendações divergem. Alguns estudos e especialistas recomendam que se varie o local do estudo (diferentes cômodos da casa, escritório, biblioteca, etc) para que a matéria estudada também fique relacionada com o local em que foi estudada – e, portanto, facilitar a sua recordação depois. 

Outros recomendam que se mantenha apenas um local de estudo regular, para que seu cérebro entre no ‘modo’ estudar assim que você se sentar na cadeira. Um único local de estudo facilitaria atingir o foco necessário mais rapidamente, além de propiciar uma organização do material de estudo mais permanente e confiável. Mas a escolha é sua, considerando que ambas as formas têm suas vantagens e desvantagens. 

O importante é que o local de estudo, mesmo que não seja o ideal, não te desmotive. Com persistência e algumas adaptações, é possível estudar com produtividade em praticamente qualquer lugar. 

Limpo, organizado e bem iluminado

Um ambiente organizado elimina distrações e proporciona um trabalho muito mais focado. Você provavelmente já passou pela experiência de organizar e limpar um ambiente e se sentir muito mais motivado a passar tempo ali, além de ficar com a mente mais calma. Mas, na prática, nós adiamos essa necessária organização pela energia que ela mobilizará, tanto física quanto mental (quando organizamos somos obrigados a fazer escolhas e a lidar com assuntos ou objetos que vínhamos evitando até então, o que tem todo um custo mental). Então, a minha sugestão é, na próxima janela de tempo que você tiver, pare tudo e organize seu local de estudo. O tempo ‘perdido’ será recompensado com um estudo muito mais produtivo!

Vale a pena pensar na iluminação do local e instalar uma luz mais forte ou uma luz direta à superfície que você utilizará (na forma de spots, luminárias de mesa, abajur pendente ou de piso). 

Silencioso

O local de estudo deve ser preferencialmente silencioso. Há pessoas que conseguem se adaptar a locais mais barulhentos, simplesmente focando no estudo e ignorando o ruído em volta. Se não for o seu caso, tente usar protetores de ouvido. Em último caso, considere estudar em outro local, como bibliotecas públicas. 

Outro problema é o de ser constantemente interrompido durante o estudo. Aqui, cada caso é um caso. Mas é importante conversar com quem interrompe para negociar uma solução que funcione bem para todos. Muitas vezes, explicar a importância do estudo focado e sem interrupções para a conquista de um objetivo muito almejado (que pode ser desde passar em um concurso público, no vestibular, em uma disciplina específica, etc) ajuda na colaboração das outras pessoas. Alocar um determinado horário para atender a demanda daquela pessoa também ajuda a diminuir a ansiedade e aumentar a colaboração. O importante é conversar, entender as necessidades da pessoa que a levam a interromper, e chegar juntos num acordo.

 

Material de estudo

Separe seu material de estudo e deixe-o sempre à mão. Dicionários, apostilas, livros, cadernos, itens de papelaria, deixe tudo organizado numa estante, prateleira, ou qualquer outro móvel perto do local em que você estuda. Isso minimizará a chance de você deixar de consultar algum desses itens para tirar uma dúvida porque não sabe onde o material está ou porque não quer se levantar para pegá-lo.

O uso do computador não é essencial para um estudo produtivo. Pelo contrário, pelas distrações que oferece, o melhor é não usá-lo durante o estudo. Além disso, diversos estudos acadêmicos já concluíram que a leitura de texto em telas (computador, tablet, celular, leitores digitais) é menos eficaz do que a leitura em papel. Os estudantes que participaram desses estudos relataram maior fixação do conteúdo lido em papel em comparação com o mesmo conteúdo em formato digital. 

Portanto, na hora de estudar, o melhor é imprimir os textos necessários, comprar um dicionário físico e desligar todas as telas. Caso isso não seja possível, estudar o texto em formato digital, fazendo anotações em um caderno físico, aumentou consideravelmente o rendimento dos estudantes nos estudos realizados. 

Espero que essas dicas tenham ajudado. E você, como organiza seu local de estudo?

Posted in Organização do estudo and tagged , .

Formada em Direito pela USP, cursando Psicologia e pós em Neurociência da Aprendizagem, aprovada em concursos e vestibulares diversos, apaixonada por educação, métodos de produtividade e meditação, criou o blog Projeto Estudos para compartilhar seus aprendizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *