A importância do sono para a memória

É impossível falar em aprendizagem sem falar em memória. E um dos fatores essenciais para a consolidação da memória é dormir bem. Pois é, o sono não apenas impacta nossa saúde e bem-estar, como também o aproveitamento dos nossos estudos!

E por que isso acontece?  Porque é durante o sono, principalmente em sua fase REM, que a memória de curto prazo (registrada durante todo o dia) é transformada em memória de longo prazo.

Podemos comparar as nossas memórias de curto e longo prazo, respectivamente, com a memória RAM e o HD do computador. Durante o dia, as informações são guardadas na memória RAM, para depois serem transferidas para as regiões do córtex cerebral (camada mais externa do cérebro), o nosso HD.

A estrutura cerebral responsável por armazenar a memória de curto prazo é o hipocampo. Estudos observaram que, durante o sono, o hipocampo e o córtex cerebral exibem ritmos de atividade simultâneos, indicando um “diálogo” entre as duas estruturas. Essa e outras evidências, como os estudos conduzidos com o famoso paciente H.M., que elucidou muitos mecanismos da memória aceitos atualmente, bem como estudos conduzidos com pacientes que sofrem de insônia, entre outros, confirmaram a importância do sono para a consolidação da memória.

Mas se você está pensando em aprender durante o sono, não funciona! Temos pouca memória para informações recebidas enquanto dormimos, embora o ouvido as registre. 

Estudos sobre a memória também confirmam que a exposição repetida a um conteúdo ao longo de um período de tempo é preferível ao estudo intenso de uma vez só, porque permite que a consolidação da memória ocorra de forma mais permanente, aprofundada a cada noite bem dormida. Por isso não é recomendável varar a noite sem dormir, estudando para a prova do dia seguinte. A falta de sono irá dificultar a consolidação da memória. Embora seja possível lembrar de um ou outro conteúdo registrado na memória de curto prazo, logo depois da prova, o conteúdo será todo esquecido.

Se a sua intenção for aprender a matéria, além de passar na prova, o estudo fracionado ao longo do tempo traz mais resultados. Se o conteúdo a ser lembrado é muito extenso, então, nem se fala! Estude um pouco todos os dias e você terá um resultado muito superior do que se estudar só na véspera da prova.

Então a dica final é…durma bem! Não descuide do sono, porque ele é essencial para a otimização do seu estudo. Bons sonhos a todos 🙂

 

Posted in Saúde and tagged , .

Formada em Direito pela USP, cursando Psicologia e pós em Neurociência da Aprendizagem, aprovada em concursos e vestibulares diversos, apaixonada por educação, métodos de produtividade e meditação, criou o blog Projeto Estudos para compartilhar seus aprendizados.

One Comment

  1. Pingback: Quanto estudar no ensino médio e/ou na universidade? – Projeto Estudos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *